Curiosidade sobre vinho em minipílulas (4)

Você sabia que? Foi com o nome de Xampany que Josep Raventós, em 1872, conseguiu fazer o primeiro grande espumante espanhol, aplicando o método “champanhês” ou “champenoise”. Os experimentos iniciais, com as mesmas uvas com que se elaborava o champanhe francês, a Chardonnay, a Pinot Noir e Pinot Meunier, não deram os efeitos que se…

O Esquecido Vinho Rose

É possível que nenhum outro país rejeite tanto os vinhos rosados ou roses, quanto o Brasil. Em função do nosso clima, com muitos dias quentes e ensolarados, deveríamos, pelo contrário, apreciar um bom rose (seco, é claro). Por serem refrescantes os rosados poderiam ser maravilhosamente degustados em um caloroso dia de primavera e/ou verão. Os…

Sopa combina com vinho?

O tempo começa a esfriar e junto vem uma vontade de tomar sopa, e aí surge uma pergunta comum aos enófilos: sopa combina ou não com vinho? A pergunta tem uma razão de existir, pois de um modo geral, a alta temperatura da sopa que se toma no inverno e sua textura às vezes ardilosa…

O vinho e as mulheres

Podemos e devemos imaginar a bebida de Baco no gênero feminino, como graciosa e elegante. Em belíssimo artigo, publicado na revista Gourmet Life, a sommelière paulista Sônia Denicol é muito feliz quando afirma que “a delicadeza de gestos e traços inerentes ao gênero feminino em nada significa que sua orientação seja para vinhos leves, suaves…

TOP 10 2016 – “Os melhores vinhos do ano” (III)

Na lista anterior a esta, publicamos os melhores Brancos Borgonha; Brancos exceto Borgonha; Tintos Italianos e Tintos Ibéricos – Portugal e Espanha e Tintos Italianos. Assim como escolhemos os “melhores vinhos do ano” na parte I.  Como das outras vezes, vinhos escritos em negrito seriam os melhores na lista específica de TOP 10 2016. TINTOS BORDEAUX 1945…

TOP 10 2016 – “Os melhores vinhos do ano” (II)

Na coluna anterior falamos sobre o melhor vinho provado em 2016. Propomos agora começar a nossa lista TOP 10 2016 pelos “Champagnes e espumantes”; “Vinhos de sobremesa e fortificados”; “Brancos Borgonha”; “Brancos exceto Borgonha”; “Tintos Italianos” e “Tintos Ibéricos – Espanha e Portugal”.  Os que estão em negritos podem ser considerados como os “melhores” entre os…