Sexualidade em tempos de crise

Diversos fatores interagem e influenciam a sexualidade, tanto os biológicos quanto os psicológicos, sociais, econômicos, políticos, culturais, éticos, legais históricos e, de forma significativa, religiosos. Num momento de crise econômica, os fatores sociais e econômicos interagem com os fatores psicológicos, os papeis, os valores e as atitudes das pessoas e logo percebemos um impacto negativo significativo na vida sexual delas.

Quando se fala em vida sexual de um homem/mulher/casal, não há como deixar de considerar o seu contexto de vida como um todo. Sabemos que sexualidade segura e prazerosa é fundamental como pré-requisito de qualidade de vida. Por outro lado, sabemos que o trabalho exerce enorme influência e até mesmo define o modo com que a qualidade de vida geral se manifesta.

Um problema sexual no homem, como baixa de libido, leva à disfunção de desejo sexual (inibido ou hipoativo) e tem grande impacto na sua qualidade de vida, na sua autoestima, no seu humor e nos seus relacionamentos afetivos e sociais. A própria produtividade profissional fica afetada e esse círculo vicioso é bastante comum em tempos de crise.

Com certeza, isso também ocorre quando o homem tem uma dificuldade de ereção ou disfunção erétil, antigamente chamada de impotência (comum entre os homens com mais de 40 anos). Em períodos de crise econômica, há um aumento na procura de ajuda médica por homens com esse problema e, por sorte, hoje há medicamentos orais, um deles com longo período de efeito no organismo, que contribuem muito nessa hora. O impacto na vida do casal existe também quando há disfunção sexual feminina. Em tempos de crise, a queixa mais frequente entre as mulheres é a de ausência ou baixa de desejo sexual, mas as dificuldades de excitação ou de se chegar ao orgasmo também aparecem frequentemente.

A saúde (física e mental) é uma necessidade básica! Num momento de crise, você não precisa trabalhar mais, você precisa trabalhar melhor, com mais astúcia, cuidado e senso de oportunidade. Portanto, não abandone a boa alimentação, a atividade física, as horas de sono e os momentos de descanso e lazer. Um corpo sadio é fundamental para uma mente sã. Uma coisa leva a outra e juntos formam um conjunto mais competente para enfrentar adequadamente os momentos difíceis.

Em suma, não há como separar a vida sexual das circunstâncias do cotidiano. Mas é sempre bom lembrar que crise também significa oportunidade.

como-ser-um-casal-de-sucesso-e-enriquecer

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s