Montevidéu: Comer, Beber e Estudar (parte 2)

Está se aproximando o grande evento da Sociedade Latino Americana de Medicina Sexual – SLAMS 2015, 13 a 16 de agosto em Montevidéu-, e como coloquei no artigo anterior, aqui vão dicas de onde beber bem nesta charmosa cidade. Pode-se dizer que o Uruguai é um país onde se bebe e come muito bem.

DSCN0002Caso seja amante de vinho, a coqueluche do momento é visitar o Uruguai. Poder confirmar in loco seus deliciosos vinhos à base da Tannat – a “uva medicinal” – seja em estilo solo ou em assemblage (mesclada a outras uvas) é algo imperdível! Comparando com o Brasil onde o per capita em vinho não passa de dois litros por pessoa, neste país ele chega a 33 litros por pessoa. Caso queira buscar Wine Bar a dica vai para um que se localiza dentro de um hotel em Pocitos: o MySuites, único hotel temático de vinhos do Uruguai. Quem não se hospedou na região aproveite a localização, e faça uma caminhada pelo passeio de Ramblas (200 metros do hotel).

Muitos escritores famosos no mundo da bebida de Baco, como Oz Clarke, consideram o Uruguai o país da América do Sul que produz o vinho com mais característica europeia. Clima Atlântico, com influência marítima faz com que muitos o comparem com a região de Bordeaux, na França, equiparando o Rio da Prata ao estuário do Gironde.

Estando em Montevidéu tem que fazer uma turnê pelo menos a uma vinícola, conhecer seus vinhedos, visitar a adega para saber todas as etapas de elaboração de vinhos e no fim degustar alguns de seus produtos. São dezenas de bodegas/vinícolas presentes nos arredores da cidade, mas indicaria três delas: Bouza, Carrau e Bodega Establecimiento Juanicó (Família Deicas). Em todas é necessário fazer reservas e o atendimento é o mais profissional possível. Na vinícola Bouza, você tem o de melhor em termos de enoturismo – excelentes vinhos e comidas, visita guiada com profissionais qualificados, beleza natural, museu de carros antigos. Um convite ao prazer de beber e comer. Mais prazeroso ainda para quem gosta de motocicletas e carros antigos, pois lá, há um museu sobre eles.

Onde comprar vinhos? Dou três dicas: Esencia Uruguay, na calle Sarandi, Las Vizcarras, localizada em uma travessa perpendicular à Sarandi, na Bacacay, onde é servido o famoso café de mesmo nome e Alvear Exquisiteces, com dois pontos (Rio Negro 1301 e Rincón 511). Sempre gostei de comprar vinhos na loja do Duty Free do aeroporto e sempre aproveitei para adquiri-los nas vinícolas que visitava. O Caviar uruguaio está cada dia ficando mais famoso e o único lugar que encontrei para comprá-lo foi no Duty Free do aeroporto. Vale a pena trazê-lo.

Que vinho trazer? Dá vontade de trazer todos, e mesmo em tops a lista é grande por isso cito abaixo os que foram considerados os melhores pelo Guia Descorchados 2015 – principal guia de vinhos da América do Sul.

Tannat: Carrau Amat 2009 (95 pontos); Família Deicas Massimo Deicas 2008 (94); Estancia La Cruz Jano 2012 (94); Carrau Juan Carrau Reserva 2012 (93); Los Cerros de San Juan Cuna 2013 (92); Viñedo de los Vientos Angel’s Cuvee Ripasso 2008 (92), etc.183

A melhor mescla tinta: De Lucca Libero 2011 (94 pontos); Viñedo de los Vientos Eolo 2010 (94); Pizzorno Primo 2008 (94); De Lucca Rio Colorado 2008 (93); Establecimiento Juanicó Selección del Enólogo 2009 (93); Varela Zarranz Guidai Detí 2011 (93); Familia Deicas Atlantico Sur Single Vineyard 2013 (93); Bouza Monte Vide Eu 2012 (92); Chiappella Incompreendido 2013 (92), etc

O melhor branco: Viñedo de los Vientos Arneis 2014 (92 pontos); Bouza Albariño 2014 (92), Carrau Juan Carrau Reserva Sur Lie S. Blanc 2013 (91); Familia Deicas Atlantico Sur S. Blanc 2014 (91); etc

Particularmente, quando provo vinhos de uvas ditas emblemáticas, como é o caso da Tannat (ou Malbec, Zinfandel, Carmenere e Shiraz), a minha preferência quase sempre recai naqueles cortados (em assemblage) e não aos monocastas, com exceção talvez da Shiraz que dá o emblema à Austrália. Sobre a Pinotage, uva emblemática da África do Sul, até hoje não tomei um vinho solo ou em corte que me seduzisse.

Quer saber mais sobre vinhos uruguaios? Clique no link abaixo:

https://vinhoesexualidade.wordpress.com/2014/03/19/uruguai-um-olhar-alem-da-tannat/

67b8b73b96df2b1308fc3c128e3ec0b3

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s