Educação em Sexualidade

Educação em sexualidade é o processo de crescimento do indivíduo, como um todo, para a vida. Quando trabalhamos com sexualidade, é comum os seguintes questionamentos: a sexualidade pode ser ensinada, educada? E, se pode, esse papel é da instituição educacional? Nós acreditamos que a resposta para ambas as perguntas é SIM, a sexualidade é um papel de educação e da educação. Segundo Paulo Freire, o ser humano é “um corpo programado para aprender”, ou seja, nada em nós é inato; assim tanto o amor quanto a sexualidade são processos que se aprendem e apreendem constante e pacientemente. Além disso, é bom refletir que “se os nossos jovens não estão aprendendo em casa nem na escola, será na rua que irão aprender?” (Arnaldo Niskier, RJ). A instituição educacional, enquanto reprodutora da cultura vigente, tem o dever e a obrigação de agir como agente facilitador do crescimento e conhecimento do indivíduo, principalmente com relação a si mesmo.

barkbrief-fig03_006

Quando falamos em sexualidade a maioria das pessoas faz uma associação direta com sexo, como se fossem sinônimos. Sexo e sexualidade (pessoa clica e cai no texto sexo e sexualidade) são palavras diferentes e com significados diferentes. Sexualidade é uma dimensão inerente da pessoa e que está presente em todos os atos de sua vida. É um elemento básico da personalidade que determina no indivíduo um modo particular e individual de ser, de manifestar-se, de comunicar-se, de sentir, de expressar e de viver o amor. Sexualidade é auto-identidade, é a própria existencialidade.

Enloe-Fam-2011

A educação em sexualidade abrange também, a informação sexual, como, por exemplo, o esclarecimento da resposta sexual, ou do corpo erotizável. A educação para a sexualidade não é um conjunto de normas. É um processo de crescimento pessoal que tem como finalidade substituir “ignorância por conhecimento, medo por aceitação, intolerância por compreensão e, principalmente, propiciar a formulação de condutas e valores particulares e individuais” (Projeto Harimaguada, Ilhas Canárias, Espanha). É a motivação de uma atitude de vida que assuma a própria sexualidade como qualidade existencial, como singular instrumento de comunicação interpessoal e meio de integração madura e enriquecedora na sociedade.

o-TEEN-SON-PARENTS-facebook

No processo da educação em sexualidade, informações claras e desmistificadas sobre os vários aspectos da sexualidade devem ser acompanhadas pela discussão dos sentimentos pessoais , para que cada participante desenvolva os seus próprios valores e reforce a sua auto-estima. Quando assumimos que a sexualidade possui vários aspectos, assumimos também a sua particularidade, e a riqueza das relações humanas está na compreensão e na troca das diferenças individuais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s