A sexualidade depois dos 60

Muitos acham que sexo é coisa de gente jovem, no máximo, de gente adulta, e que a atividade sexual deixa de existir a partir de certa idade.  O mito de que o interesse sexual terminava juntamente com a capacidade de gerar filhos, principalmente no que diz respeito ao sexo feminino, é derrubado por diversos especialistas.

Hoje, existe a comprovação de que conceitos como este estão equivocados. A sexualidade após os 60 anos é fundamental para a manutenção da saúde física e psíquica tanto de homens quanto de mulheres.  “A sexualidade é uma forma de expressão pessoal que não tem um momento para começar nem para terminar. A sexualidade não começa na puberdade e não termina na andropausa ou na menopausa”, diz Gerson Pereira Lopes, ginecologista e sexólogo do Hospital Mater Dei. De acordo com o médico, um dos parâmetros de qualidade de vida para a Organização Mundial de Saúde (OMS) é uma sexualidade segura e prazerosa.

Closeup portrait of a smiling  elderly couple

 Com a idade, dificuldades na vida sexual podem aparecer, mas ela não deve ser interrompida de forma brusca. Vida sexual que se interrompe de repente ou gradativamente precisa ser pesquisada. Pode ser que um problema físico ou emocional – como a depressão – esteja em processo de instalação. Segundo o especialista, já existem alternativas na medicina moderna que auxiliam nas restrições que vem com os anos e muitas delas podem ser contornadas de modo a proporcionar uma melhora nas atividades biológicas, que estão diretamente relacionadas com a qualidade de vida e a vontade de viver.

600-01694217

 A principal queixa entre os homens maduros é a dificuldade de ereção, fator que pode ser contornado através de atividades físicas constantes e/ou o uso de medicamentos que já estão disponíveis no mercado. “É importante lembrar que a dificuldade de ereção está ligada aos mesmos fatores de risco que levam às doenças do coração, e não significa apenas disfunção erétil, significa que é preciso cuidar da saúde”, alerta Gérson Lopes. Muitos casos de diabetes, hipertensão, obesidade, colesterol alto puderam ser detectados a partir dessa visita ao médico.

 Já as mulheres se queixam da falta de interesse pelo sexo e, para reverter a situação, são necessários estímulos externos como a visão e o tato, que ativam o desejo. A busca de relações que sejam atrativas para ambos é uma das habilidades necessárias do casal, o que nem sempre é fácil. Exige criatividade, improviso, rompimento com a monotonia conjugal e, consequentemente, sexual.

o-OLD-COUPLE-LOVE-facebook

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s