Pinot noir: a uva temperamental

pinot-noir_signSegundo Andrew Jefford, crítico de vinhos inglês, a casta tinta pinot noir é a poetisa romântica, a temperamental.

Vamos conversar um pouco sobre ela. Serrana Verges, cronista sobre vinhos no Chile, diz que essa uva “poderia ser definida como uma mulher sensual e elegante, porém, esquiva e instável. Poucos podem conquistá-la e obter dela o melhor”. A enorme capacidade da pinot noir de produzir clones faz com que se mostre diferente em cada região segundo: tamanho dos bagos, intensidade de cor, aromas e taninos, de modo que dificilmente seus vinhos têm, em outros sítios, a mesma grandiosidade que na sua terra natal, a Borgonha (França). É a grande uva tinta da Borgonha. Chegariam perto dos produtos de lá, em termos de qualidade, os neozelandeses das regiões de Martinborough, Canterbury e Central Otago e os americanos da Califórnia (Napa/Russian River Valley) e do Oregon (Willamette).

Apesar de o seu nome remeter à Borgonha, atualmente a pinot noir é muito popular, sendo plantada (apesar das dificuldades) em vários países do mundo, do velho e do novo continente. No seu país de origem, podemos garimpar excelentes vinhos feitos com ela na região de Loire, assim como bons exemplares na Alsácia e Languedoc. A PN é cultivada também na região de Champagne e faz parte do corte (mistura com outras variedades) que resulta na bebida que leva esse nome.

pinot-noir-grapes

Há também bons vinhos dessa casta em Portugal (Bairrada), Itália (Alto Adige), Espanha (Somontano) e Alemanha (Pfalz). Na Itália, é conhecida como pinot Nero, e na Alemanha como spätburgunder. No novo mundo, além da Nova Zelândia e dos EUA, surpreende cada vez mais a produção do Chile (Casablanca/San Antonio, Límari e Bio-Bio), Argentina (Mendoza e Patagônia) e Austrália também apresenta muito bons exemplares.

No Velho Mundo, os vinhos pinot noir se mostram mais complexos, com notas terrosas, cogumelos, fumo, chá e especiarias, além da acidez característica, ao passo que os do Novo Mundo são mais frutados (frutas vermelhas suculentas), com toques florais e algo terroso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s