Vinho Verde: um mundo mais refrescante!

No mundo contemporâneo há alguns ‘luxos’ que o ser humano não pode abrir mão: espontaneidade, leveza, alegria, frescor, simplicidade e delicadeza. E tudo isso é vivenciado quando se prova um bom Vinho Verde. Portanto, quando se busca algo líquido para ser compartilhado com amigos, em momento de descontração, ‘jogando uma boa conversa fora’ a escolha obrigatoriamente tem que ser de um Vinho Verde.

“Não há outro assim”, pois estamos falando de vinhos únicos, em razão de vários fatores: condições naturais da região (solo, clima, geologia e topografia), de castas autóctones (únicas e de grande qualidade) e de história e cultura (séculos de experiência e tradição no cultivo da vinha e vinificação).

Colinas e montanhas, pequenas parcelas-minifúndios, paisagem verdejante (daí o nome Vinho Verde), chuvas frequentes, forte influência Atlântica (seu limite Oeste), solos graníticos e ocasionalmente xistosos são algumas das características dessa região.

Há muitas castas, porém as principais seriam a Alvarinho, Loureiro, Trajadura, Pedernã (Arinto) entre as brancas e Vinhão como tinta. A categoria predominante é de brancos, porém há também rosados, tintos, espumantes e destilados de vinho. De um modo geral, podemos dizer que a região produz vinhos com as seguintes características: leves, frescos, acídulos, minerais, com aromas a maçã, limão e flores. É difícil não se encantar pelos seus brancos frescos e equilibrados. Os monocastas Alvarinho devem ser vistos como um dos grandes brancos do planeta que obrigatoriamente tem que vir das sub-regiões de Monção e de Melgaço. Fora daí não é Denominação de Origem Vinho Verde e sim Indicação Geográfica Minho. Também em carreira solo apostamos nos deliciosos Loureiro, que seduzem pelo seu toque floral e frutado.

O blend típico dos Vinhos Verdes Brancos é composto por Loureiro (60%), Arinto (20%) e Trajadura (20%), porém pode ser outros cortes.

Quando o vinho for monocasta, a uva em questão deve estar presente em mais de 85% e seu nome deve constar do rótulo. No caso do Alvarinho, os mais famosos dos verdes, em quase todos os exemplares a uva está presente em 100%. A mesma coisa geralmente acontece com a Loureiro.

O Vinho Verde Branco além de ser um bom aperitivo (não apenas no verão) harmoniza bem com comidas asiáticas (japonesa, chinesa, etc), carnes brancas, e é excelente companhia para pratos frios, salada, mariscos e peixes.

Mais ou menos estruturados, com aromas de frutas vermelhas e acidez estimulante, os vinhos rosés são uma boa pedida como aperitivos ou na companhia de queijos ou carnes brancas.

Por ser essencialmente fresco, o Vinho Verde deveria ser um dos preferidos dos enófilos brasileiros, mas isso não aconteceu ainda, mas vai acabar acontecendo, pois virtudes a eles não faltam.  O Brasil em 2011 tornou-se o quinto maior destino de exportação em volume de Vinhos Verdes, representando 6,2% do total das exportações em volume. Interessante que os quatro primeiros países – EUA, Alemanha, França e Canadá, são de clima frio. Com certeza, em um clima tropical como o nosso, à medida que os brasileiros vão conhecendo os Vinhos Verdes, a tendência é de significativo crescimento no consumo. De 2001 para 2011, a exportação aumentou 114%, e aí lanço um desafio a todos os amantes da bebida do deus Baco: que tal conseguirmos o mesmo crescimento com menos anos? É bom que se saiba que em Portugal, o Vinho Verde é o segundo em consumo, à frente do Douro, perdendo apenas para os vinhos do Alentejo.

Vinho Verde é uma ‘verdadeira jóia que vale a pena descobrir e desfrutar’, e o que é melhor, as opções no mercado brasileiro são muitas e todos eles mostram imbatível relação preço-prazer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s