Vinhos de verão

Muitas vezes, a pedida de verão em termos de gastronomia é uma comida leve, tendo a companhia de um vinho também leve, independentemente de ser branco, rosé ou tinto. Muitos podem espantar quando se colocam tintos como opção, porém, alguns deles descem e bem nesta época do ano.

Quem disse que vinho tinto não combina com o verão? Com certeza, os encorpados, potentes, alcoólicos, servidos à temperatura ambiente, não combinam mesmo. Fogem à regra os tintos leves, principalmente os feitos com cabernet franc, pinot noir, gamay, merlot, entre outras. Com pouca ou nenhuma madeira, frescos (acidez refrescante), servidos em ambiente climatizado numa temperatura mais fria, alguns franceses (do Loire, beaujolais), alguns italianos (dolcettos, chiantis clássicos jovens etc.), chilenos e argentinos varietais à base de merlot, neozelandezes despretensiosos de pinot noir podem se constituir em excelentes alternativas rubras para “enfrentarmos” este verão tórrido.

Muitos pensam, erroneamente, que o vinho branco é a cara do verão. De que brancos estamos falando? Chardonnays pesados do Novo Mundo (EUA, Austrália, Chile e Argentina), com muita madeira e fermentação maloláctica e, conseqüentemente, com acidez (frescor) diminuída, além de aromas lácteos e fortes sabores amendoados? Guarde-os para o inverno, pois esse estilo não cai bem no verão. Podemos optar pelos chardonnays que valorizam e respeitam o caráter da fruta (fresca) e do terroir. Alguns apresentam, além da fruta verde, mineralidade e acidez deveras interessante para esta estação do ano.

Porém, acredito que o vinho branco campeão do verão, seja à beira da piscina ou praia (“jogando uma conversa fora”), como aperitivo e também como excelente parceiro de ostras e frutos do mar, é o feito à base de sauvignon blanc. Seus aromas cítricos e de frutas tropicais (maracujá, abacaxi etc.), com discretos herbáceos ou minerais e uma boca muito fresca, proporcionam a quem o degusta sensações extremamente agradáveis. Podemos escolher um bom exemplar dessa uva de países distantes como a França (do Loire, às vezes muito caros), Nova Zelândia (foi essa uva que colocou o país no mapa do mundo do vinho), ou mais próximos, como o Chile (cada vez mais estupendos), Argentina e Uruguai.

Quer uma alternativa fantástica aos anteriormente mencionados? Compre um vinho verde, principalmente os bons exemplares da uva alvarinho (albariño na Galícia/Espanha). “Quando passo uns dias na praia, quero os vinhos iguais àquilo que visto, ou seja, leves, despretensiosos, frescos, confortáveis e alegres. Um bom vinho verde é isso tudo”, diz Luis Lopes, editor da prestigiosa revista Vinhos de Portugal. Os bons vinhos verdes apresentam aromas cítricos, frescor agradabilíssimo e equilíbrio com a acidez. São únicos e sedutores.

Frescos e frutados, os espumantes são excelentes em todos os momentos do verão. Combinam sua vivacidade, cores e “estrelas” com os tons vivos e alegres da estação, proporcionando instantes de puro prazer e descontração. Opte por um bom espumante nacional e com certeza cairá bem, só ou em companhia de um prato leve.

Que tal confrontar o clima que o cerca com um bom e refrescante vinho rosé, em companhia da pessoa amada? Como ser insensível ou deixar de se enamorar pelos vários matizes de cores (rosa – pálido ao vermelho – cereja bem claro) de um vinho rosé? Alguém já disse que sua cor é metade do seu encanto, fazendo com que tenhamos vontade de bebê-los com os olhos. Quando se deixa de lado o preconceito, apreciar um bom rosé, seco, é claro, e refrescante, é um ato de grande prazer. Encantam pelo seu extraordinário perfume e equilíbrio, poucos taninos, boa acidez e toques leves de frutas vermelhas. Não têm nada a ver com os maus rosés, experiências a serem evitadas em qualquer época da vida. Deguste um grande rosé da Provença (Sul da França) e verá que não há por que manter os preconceitos que se têm em relação a esse estilo de vinho. São excelentes companheiros da gastronomia, versáteis, e poderá comprovar isso os harmonizando com pratos da cozinha oriental e com muitas especiarias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s